Distanciamento é um desafio para os humanos
Pandemia criou paradoxo ao nos afastar fisicamente para protegermos quem nos importa | Divulgação AdobeStock

Distanciamento é um desafio para os humanos

Por Movimento Fique Saudável

Tempo de leitura: 1 minuto.

O ser humano é um ser social. Em todas as culturas humanas, tendemos à aglomeração, à convivência diária, à interação, à integração com grupos de pessoas e à manutenção da estrutura familiar.

Esta tendência traz uma série de vantagens evolutivas e permitiu ganhos colaborativos incomparáveis em relação a qualquer outra espécie. Ter experiências interativas, conviver com outras pessoas e criar uma rede de apoio e a proximidade física é sempre algo muito importante.

“Como um ser social, temos a tendência a respostas positivas ao contato físico afetivo, ao abraço, a troca de afetos com beijos e gestos e toques”, explica o psiquiatra Lucas Spanemberg.⠀

Mas, e como fica isso tudo em um cenário como da pandemia? “A Covid-19 trouxe uma situação inusitada. Tivemos que passar a recomendar o distanciamento físico entre as pessoas, a fim de minimizar uma ameaça grave causada pela exposição ao vírus”, analisa.

Isso criou um paradoxo em nossa mente: devemos nos afastar fisicamente para proteger quem nos importa. “Não é fácil para a nossa mente, filogeneticamente programada para a proximidade física, lidar com esta nova restrição. Assim, o distanciamento físico é um grande estressor atual”, admite.

Inicialmente, o termo utilizado, inclusive por especialistas, para esta recomendação das instituições de saúde em relação à Covid-19 foi distanciamento social. Contudo, Spanemberg diz que não precisamos ficar socialmente distantes, uma vez que hoje em dia dispomos de ferramentas que possibilitam uma proximidade, como os meios de comunicação e as redes sociais.  “O que deve nortear a nossa conduta em relação à minimização do contágio é distanciamento físico. Afinal, fomentar as relações sociais é uma maneira de proteger nossa saúde mental neste momento”, aponta.

FELICIDADE
Jorge Kalil
Jorge Kalil

Quem é feliz vive mais?

Tempo de leitura: 2 minutos. A felicidade está intimamente ligada à saúde. Sim, bons momentos vivenciados ao longo dos dias, semanas, meses e anos que

Leia Mais »
Faça seu comentário