Má postura no uso dos dispositivos móveis pode levar à dores crônicas
Quanto maior a inclinação da cabeça para frente e para baixo, maior a tensão na cervical | Divulgação AdobeStock

Má postura no uso dos dispositivos móveis pode levar à dores crônicas

Por Movimento Fique Saudável

Tempo de leitura: 1 minuto.

Você já parou para olhar como é a postura das pessoas quando estão manuseando um celular? Ou melhor, se observe em um espelho, com o seu aparelho em mãos.

Postura mais comum: cabeça baixa, ombros e braços rígidos, punhos e mãos mal posicionados e dedos freneticamente digitando em teclados pequenos. Esse pacote gera um desequilíbrio considerável para a nossa formação musculoesquelética.

Quanto maior a inclinação da cabeça para frente e para baixo, maior a tensão sobre a cadeia posterior da coluna cervical. O peso da cabeça pode aumentar aproximadamente cinco vezes!

“Esse movimento também altera o centro de gravidade. Com a cabeça inclinada muito para frente, o peso migra e esse deslocamento demanda uma nova ativação muscular da cadeia posterior, responsável pela nossa sustentação”, explica
Pedro Henrique Deon, fisioterapeuta especialista na área musculoesquelética e coordenador do Centro de Reabilitação da Pucrs.

Ele explica que quem faz a sustentação e frenagem é a espinha. São os extensores da coluna cervical que sustentam o peso da nossa cabeça. Assim, quanto mais inclinada a cervical, maior a sobrecarga sobre a estrutura muscular. “Fazer isso de forma repetitiva pode gerar tamanha tensão a ponto de causar cervicalgia. A repetição dessa postura por muitas horas pode determinar desgaste e dores crônicas na região cervical”, analisa.

Além do impacto para as costas e a cervical, o braço esticado à frente para teclar provoca uma sobrecarga na musculatura do ombro. Ficar com punhos flexionados no celular por diversas horas e de forma repetitiva pode acarretar lesão.

Quer saber como prevenir todos esses impactos?

  • Movimente o corpo ao longo do dia;
  • Use o smartphone apenas para rápidas resoluções;
  • Ao digitar, não deixe os ombros protusos (pescoço projetado para frente e ombros caídos) e a cervical fletida (pendendo para frente);
  • Use mais a comunicação verbal, por meio do recurso de vídeo e áudio.

Fonte: Centro de Reabilitação da Pucrs

FELICIDADE
Jorge Kalil
Jorge Kalil

Quem é feliz vive mais?

Tempo de leitura: 2 minutos. A felicidade está intimamente ligada à saúde. Sim, bons momentos vivenciados ao longo dos dias, semanas, meses e anos que

Leia Mais »
Faça seu comentário