Qualidade das relações é determinante para a felicidade
A solidão é tóxica para a vitalidade e está ligada a uma pior qualidade de vida | Divulgação AdobeStock

Qualidade das relações é determinante para a felicidade

Por Movimento Fique Saudável

Tempo de leitura: 1 minuto.

Diversos estudos demonstram os benefícios e os impactos na saúde física e mental gerados pela promoção de contatos sociais saudáveis.

Um deles é o da Coorte de Harvard, que investiga desde 1938 uma amostra de cerca de 700 homens de Boston (EUA) para identificar quais são os determinantes de uma vida longa e feliz. O levantamento encontrou que a variável mais relacionada a felicidade, longevidade e saúde foi a qualidade das relações.

De maneira oposta, a solidão é muito nociva. “Não é o sucesso financeiro, a fama, a ausência de doença, o nível social, a quantidade de problemas ou qualquer outra variável material que determina uma vida longa e feliz, mas a qualidade das relações”, defende o psiquiatra, Lucas Spanemberg.⠀

Segundo ele, este estudo de Harvard corrobora uma série de outros que mostram que a solidão é tóxica para a vitalidade e que está ligada a uma pior qualidade de vida e ao aumento do risco de morrer precocemente.

“Conecte-se. Mantenha relacionamentos saudáveis e fomente contatos. Ligue para aquele familiar com o qual você não conversa há algum tempo ou para aquela pessoa que está sozinha. Além de ajudá-la, você também estará se ajudando. Ser solidário e ajudar os outros nos deixa mais saudáveis”, sugere.

FELICIDADE
Jorge Kalil
Jorge Kalil

Quem é feliz vive mais?

Tempo de leitura: 2 minutos. A felicidade está intimamente ligada à saúde. Sim, bons momentos vivenciados ao longo dos dias, semanas, meses e anos que

Leia Mais »
Faça seu comentário